Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Bibliotecas da Unilab crescem 40% até 2016

Data de publicação  20/10/2015, 15:51
Postagem Atualizada há 6 anos
Saltar para o conteúdo da postagem
DESTAQUE BIBLIOTECAS

Foto: Geysa Moura/Assecom.

As bibliotecas da Unilab, no Campus da Liberdade e Unidade Acadêmica dos Palmares (Ceará) e no Campus dos Malês (Bahia), juntas, estão recebendo 22.121 novos livros, devendo totalizar, até 2016, cerca de 51 mil exemplares, o que representa um crescimento de aproximadamente 40%.

A Biblioteca dos Malês está recebendo quase 14 vezes a quantidade anterior de livros (381), devendo chegar a 5.304 volumes quando todo o processo de entrega for concluído. Já no Ceará as bibliotecas apresentam crescimento de mais de 50%, passando de 28.765 a 45.582.

Atualmente, já são disponibilizados cerca de 30 mil exemplares nas três bibliotecas. Os livros novos foram adquiridos por compra, via pregão; outros mais de 4 mil exemplares foram licitados e cerca de 7 mil novas aquisições estão em processo de licitação; além disso, aproximadamente 10 mil livros foram doados à Unilab.

A diretora da Diretoria do Sistema Integrado de Bibliotecas da Unilab (Dsibiuni), Fátima Portela, ressalta que o objetivo principal é oferecer aos diversos usuários um serviço de informação de alto nível, possível graças a ações estratégicas e gerenciais, apoiadas pela administração superior da universidade e pela equipe de profissionais nas bibliotecas.

“Focamos as ações na aquisição de livros impressos para responder às demandas dos programas de graduação, pós-graduação, pesquisa, extensão e técnico-administrativo da Universidade. Nas diretrizes de suas ações, a Dsibiuni oferece também acesso irrestrito de servidores e alunos às revistas eletrônicas do Portal de Periódico da Capes e a centenas de livros em pdf e algumas bases de dados, tutoriais e outros serviços de informação”, detalha a diretora.

A estrutura da Dsibiuni conta com cinco bibliotecas, duas setoriais no Ceará (Campus da Liberdade-Redenção e Unidade Acadêmica dos Palmares-Acarape), uma setorial na Bahia (Campus dos Malês-São Francisco do Conde) e duas em implantação (campus das Auroras-Redenção e o repositório e biblioteca digitais). Veja a distribuição dos livros por bibliotecas:

TABELA 1

tabela 2

Biblioteca dos Malês: 14 vezes mais saber!

A biblioteca do Campus dos Malês deve receber 5.304, dos quais 2.680 já chegaram. O total de novos exemplares corresponde a quase 14 vezes a quantidade anterior de livros, 381, e também corresponde a mais de 50% dos solicitados no ano de 2014. Desde o último mês de junho, a biblioteca tem recebido exemplares quinzenalmente.

Biblioteca do Campus dos Malês

Biblioteca do Campus dos Malês

O crescimento do acervo da biblioteca do Malês tem como meta oferecer suporte aos programas de pesquisa, ensino e extensão da universidade. Para a diretora do campus, Ludmylla Mendes, “a chegada dos novos livros tem uma importância fundamental para o desenvolvimento dos cursos, uma vez que a biblioteca é o ‘coração’ da universidade, além de ser importante também para o município, pois possibilita que estudantes da região se prepararem para ingressar em um curso superior”. Ainda segundo ela, “houve uma busca para a realização desse momento e sou grata a todos os envolvidos nesse processo de aquisição e organização”, afirmou.

O campus possui os cursos de Letras e Bacharelado em Humanidades (BHU) e a maioria dos títulos contemplam as áreas desses cursos. Neste processo de aquisição de novos exemplares, o objetivo da biblioteca do Malês foi focar em bibliografias que constam nos Projetos Pedagógicos dos Cursos (PPC) e que ainda não estavam disponíveis no acervo. De acordo com a bibliotecária Helka Sampaio, “a adequação ao PPC está sendo uma prioridade do setor para o crescimento dos cursos”, disse ela.

Acervo sendo organizado na biblioteca dos Malês

Acervo sendo organizado na biblioteca dos Malês

Por solicitação dos servidores da instituição, o acervo é diversificado e também constam livros de diferentes áreas como, por exemplo, Nutrição, Engenharia Civil, Psicologia, Serviço Social, Gestão Pública, Administração, entre outras. Todo o acervo está sendo automatizado e a comunidade acadêmica, em breve, poderá fazer consulta a bases de dados e ter acesso aos serviços como, por exemplo, consulta, reserva e renovação através do Pergamum.

Segundo Helka, “a importância de uma biblioteca vai além do senso comum. Ela é o ‘coração’ da universidade que pulsa de forma intensa e incessante sempre. É o local que também possibilita geração do saber para o desenvolvimento dos cidadãos”, afirmou.

Categorias