Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Estudantes e professoras da Unilab participam da 12ª Conferência Nacional dos Direitos Humanos

Data de publicação  09/05/2016, 15:45
Postagem Atualizada há 6 anos
Saltar para o conteúdo da postagem

destak_Conferência 1

De 27 a 29 de abril, estudantes e professoras da Unilab participaram como delegados da 12ª Conferência Nacional dos Direitos Humanos. O evento, realizado em Brasília, compreendeu a organização, de forma conjunta, de cinco Conferências Nacionais, quais sejam: a 10ª Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, a 4ª Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa, a 3ª Conferência Nacional de Políticas Públicas de Direitos Humanos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT), a 4ª Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência e a 12ª Conferência Nacional dos Direitos Humanos.

Os representantes foram eleitos e tiveram a oportunidade de debater e propor nacionalmente ações relacionadas à garantia dos Direitos Humanos. A exemplo, a delegação do Ceará propôs no Eixo 3 – Promoção e Consolidação da Igualdade / Subeixo 1 (Desenvolvimento e Direitos Humanos) – a fomentação de observatórios e fóruns em Direitos Humanos nas Universidades de Integração Internacional, como a Unilab e a Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila), além do desenvolvimento de ações em Educação e Direitos Humanos (ensino, pesquisa e extensão). As professoras Violeta Holanda e Jacqueline Freire representaram a Unilab, no segmento do poder público; os alunos do BHU, Carlos Milagre e Ada Kelly, representaram o segmento dos estrangeiros; Kaio Lemos, o segmento LGBT; e o aluno da agronomia, Ícaro Marley, o segmento da juventude. A professora Luma Andrade ministrou palestra e atuou no Eixo II: Promoção e consolidação da igualdade.

Conferência 2
Para o Coordenador Especial dos Direitos Humanos do Estado do Ceará, Demitri Cruz, a Unilab é uma parceira fundamental na consolidação de uma política de Direitos Humanos no Ceará. “A efetivação de direitos está diretamente relacionada com a difusão de conhecimentos e, no caso da Unilab, isto é fortalecido pela integração com o continente africano e pela importância estratégica da universidade para a região do maciço do Baturité. Temos o desafio conjunto e somos parceiros no sentido de fincar uma política de promoção e defesa de direitos humanos e iremos continuar com uma agenda de trabalho permanente com a universidade”, declarou.

Demitri lembrou ainda a realização de uma Conferência Regional de Direitos Humanos na Unilab, em novembro de 2015, que resultou em uma ampla delegação docente e discente no ciclo de conferências. “A delegação da Unilab na conferência nacional de direitos humanos representou toda a diversidade da universidade, professores e alunos, nacionais e estrangeiros, contribuindo para disseminar esta fantástica experiência que conjuga integração internacional, respeito à diversidade humana e desenvolvimento de uma região através do conhecimento”, pontuou.

Categorias