Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Unilab terá Mesa Redonda sobre “Culturas indígenas, lutas sociais e educação em tempos de globalização”

Data de publicação  03/10/2016, 15:00
Postagem Atualizada há 5 anos
Saltar para o conteúdo da postagem

Cartaz: Mesa Redonda: Culturas indígenas, lutas sociais e educação em tempos de globalização

O Projeto de Extensão Performances da Cultura Afrodescendente e os Cursos de Sociologia e o de Bacharelado em Humanidades da Unilab realizam a Mesa Redonda: “Culturas indígenas, lutas sociais e educação em tempos de globalização”. O evento acontece na próxima sexta-feira (7), a partir das 18h, no Pátio do Bloco II da Unidade Acadêmica dos Palmares, em Acarape/CE.

A Mesa Redonda terá a participação de Inawinapi Cebaldo, liderança indígena originária do povo Kuna, no Panamá, e com atuação global. Inawinapi Cebaldo é antropólogo e historiador nascido no Panamá, originário dos Kuna, pesquisador do Centro de Estudos Transdisciplinares para o Desenvolvimento (Cetrad), da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) em Portugal e líder indígena de alcance global.

A Mesa Redonda contará também com a participação das professoras da Unilab Caroline Leal e Joceny Pinheiro. Caroline Leal é indigenista, antropóloga e coordena o Grupo de Estudos com Povos Indígenas (GEPI), na Unilab. Joceny Pinheiro é cientista social, com Doutorado em antropologia social com mídia visual. Sua tese é sobre movimento indígena e lideranças comunitárias no Ceará, e líder do grupo Sensoria – Núcleo de Pesquisa em Imagem, Som e Texto.

Segundo os organizadores, a Mesa Redonda visa socializar reflexões e experiências de educação, de organização social e de luta em contextos interculturais, evidenciando como diferentes agentes sociais resistem, contrapõem-se e criam alternativas às opressões colonialistas e capitalistas e suas expressões (inter)nacionais, étnicas e raciais.

Assim, concluem: “a Mesa Redonda abre espaço para debates sobre os desafios da integração, da educação e do desenvolvimento em diferentes escalas e em contextos interculturais, o que perpassa a identidade da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira.”

BOTAO-AVALIE

Categorias