Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Residência Agrária da Unilab abre seleção

Data de publicação  21/02/2021, 19:33
Postagem Atualizada há 4 meses
Saltar para o conteúdo da postagem

O Instituto de Desenvolvimento Rural (IDR), da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), lançou o edital de inscrições no curso de Residência Agrária – Especialização em Sistemas Agrícolas Sustentáveis do Semiárido, na modalidade presencial.

Podem se submeter à seleção engenheiros agrônomos egressos da Unilab, que tenham colado grau há, no máximo, 12 meses, e graduandos que, não tendo colado grau, tenham integralizado toda a carga horária curricular. Há dez vagas e os interessados podem se inscrever neste formulário até 28 de fevereiro.

O curso será gratuito e com concessão de bolsa no valor de R$ 1.200,00, cabendo ao residente arcar com as despesas pessoais para deslocamentos necessários às Unidades Residentes. Os gastos com alimentação e estadia durante as atividades ficarão por conta das Unidades Residentes, a partir de Acordo de Cooperação Técnica firmado com a Unilab.

A Residência terá duração de 12 meses, com carga horária total de 1.980 horas, incluindo o Trabalho de Conclusão de Residência (TCR). Será ofertada em Redenção /CE, em parceria com as Unidades Residentes conveniadas com a Unilab – Fundação Cultural Educacional Popular em Defesa do Meio Ambiente (Cepema), Centro de Estudos do Trabalho e de Assessoria ao Trabalhador (Cetra), Cooperativa Agroecológica da Agricultura Familiar do Caminho de Assis (Cooperfam), Fazenda Coringa, FSJ Uchôa – Sítio Águas Finas e Cáritas -, para as quais as vagas serão direcionadas.

O objetivo da Residência Agrária – Especialização em Sistemas Agrícolas Sustentáveis do Semiárido – é apoiar a formação de jovens profissionais, desenvolvendo competências e habilidades necessárias, para a atuação nas áreas de ciências agrárias e afins, buscando a inserção desses profissionais no mercado de trabalho, com vistas a contribuir para o desenvolvimento e aprimoramento da agropecuária no Brasil, gerando impacto social, econômico e ambiental.

O curso conta com recursos oriundos do Projeto “Inserção Profissional de Jovens Agrônomo(a)s na Agropecuária do Semiárido Brasileiro”, submetido e aprovado no Edital de Chamamento Público nº 01/2020, da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Mapa.

Processo seletivo

A seleção será realizada em três etapas: a primeira consiste em análise documental; a segunda etapa consiste na análise e pontuação do curriculum lattes (CL), por meio do formulário eletrônico do barema (até 10,0 pontos), do índice de desempenho do estudante (IDE) (até 20,0 pontos) e da carta de apresentação (CA) (até 20,0 pontos). Os candidatos devem atingir nota igual ou maior que 6,0 na média dos três itens, sendo eliminados aqueles que não atingirem a referida pontuação.

Categorias