Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Mestrado em Estudos da Linguagem tem suas primeiras defesas de dissertação

Data de publicação  09/08/2021, 11:57
Postagem Atualizada há 4 dias
Saltar para o conteúdo da postagem

O Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem (PPGLin) da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) tem suas primeiras defesas de dissertação realizadas no final de julho e no início de agosto.

Com a pesquisa: “Fenômenos linguísticos variáveis em livros didáticos de língua portuguesa dos anos finais do ensino fundamental”, a mestranda Munirah Lopes da Cruz realizou sua defesa de dissertação em 30 de julho. A pesquisa foi orientada pelo professor doutor Fábio Fernandes Torres, docente do Curso de Letras – Língua Portuguesa do Instituto de Linguagens e Literaturas (ILL) da Unilab e do Mestrado em Estudos da Linguagem do PPGLin/Unilab. O professor Fábio, que é líder do Grupo de Estudos e Pesquisas Sociolinguísticas das Variedades Lusófonas (Socioluso), foi o primeiro coordenador do PPGLin e responsável por sua implementação na Universidade, após aprovação pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Defesa de dissertação da mestranda Munirah da Cruz – pesquisa orientada pelo professor doutor Fábio Fernandes Torres (PPGLin/ILL/Unilab).

A banca examinadora foi composta pelo professor orientador e pelas professoras doutoras Aluiza Alves de Araújo, do Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada (PoslA) da Universidade Estadual do Ceará (Uece), e Hebe Macedo de Carvalho, do Programa de Pós-Graduação em Linguística (PPGL) da Universidade Federal do Ceará (UFC), ambas pesquisadoras com larga experiência de pesquisa na área da Sociolinguística variacionista.

Para a professora doutora Izabel Larissa Lucena Silva, atual Coordenadora do PPGLin/Unilab, as defesas marcam o início do processo de consolidação do Mestrado em Estudos da Linguagem junto à Capes e à comunidade acadêmico-científica nacional. Segundo a docente, embora a pandemia da Covid-19 tenha alterado drasticamente as atividades acadêmicas de ensino e pesquisa em todo o Brasil, as defesas ocorrem dentro dos prazos previstos pela Capes e pelo Regimento do Programa. Ademais, os trabalhos foram aprovados com entusiasmo pelos examinadores das bancas de defesa, o que tem relação com o trabalho sério e comprometido desenvolvido pelos professores que fazem parte do corpo docente do Programa.

Banca examinadora da dissertação intitulada “Fenômenos linguísticos variáveis em livros didáticos de língua portuguesa dos anos finais do ensino fundamental”, da mestranda Munirah Lopes, composta pelo professor Fábio Fernandes Torres (PPGLin/ILL/Unilab) e pelas professoras Hebe de Carvalho (PPGL/UFC) e Aluiza de Araújo (PosLA/UECE).

No dia 06 de agosto, aconteceu, ainda, a defesa da dissertação intitulada “Estratégias de (Im)Polidez Linguística: Representações sobre o racismo em interações virtuais em blogs”, da mestranda Tatiana Martins da Silva. A pesquisa foi conduzida sob a orientação da professora Maria Leidiane Tavares Freitas (PPGLin/ILL/Unilab), atual Vice-Coordenadora do PPGLin, e foi avaliada pelo professor Júlio César Araújo do Programa de Pós-Graduação em Linguística (PPGL) da Universidade Federal do Ceará (UFC) e pela professora Letícia Adriana Pires Ferreira dos Santos, docente emérita do Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada (PosLA) da Universidade Estadual do Ceará (Uece).

Banca examinadora da dissertação intitulada “Estratégias de (Im)Polidez Linguística: Representações sobre o racismo em interações virtuais em blogs”, da mestranda Tatiana Martins da Silva, composta pelas professoras Maria Leidiane Freitas (PPGLin/ILL/Unilab) e Letícia Adriana Pires Ferreira dos Santos (PoslA/Uece) e pelo professor Júlio César Araújo (PPGL/UFC).

Neste mesmo dia, no período da tarde, houve a defesa da dissertação intitulada As Técnicas argumentativas constitutivas dos textos dissertativo-argumentativos de estudantes pré-universitários da Escola Profissional Adolfo Ferreira (Redenção/CE)”, da mestranda Jainy Kelly Sousa Ramos, desenvolvida sob a orientação do professor José Olavo da Silva Garantizado Júnior (PPGLin/ILL/Unilab), atual Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação (Proppg) da Unilab. A pesquisa foi avaliada pela professora doutora Cláudia Ramos Carioca (PPGLin/ILL/Unilab), Vice-Reitora da Unilab, e pelo professor doutor Ananias Agostinho da Silva da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa).

Banca examinadora da dissertação intitulada “As Técnicas argumentativas constitutivas dos textos dissertativo-argumentativos de estudantes pré-universitários da Escola Profissional Adolfo Ferreira (Redenção/CE), da mestranda Jainy Kelly Sousa Ramos, composta pelos professores José Olavo Garantizado Júnior (PPGLin/ILL/Unilab) e Ananias Agostinho da Silva (UFERSA) e pela professora Cláudia Ramos Carioca (PPGLin/ILL/Unilab).

Ainda no dia 06 de agosto, ocorreu a defesa da dissertação intitulada Ethé de credibilidade e de identificação em discursos de posse presidencial no Brasil”, do mestrando Alisson Fernando Abreu de Sousa, desenvolvida sob orientação do professor Kennedy Cabral Nobre (PPGLin/ILL/Unilab), atual Vice-Diretor do Instituto de Linguagens e Literaturas (ILL) da Unilab. A banca examinadora da pesquisa foi formada pela professora doutora Maria Eduarda Gonçalves Peixoto, docente dos cursos de Especialização em Semiótica Aplicada e da graduação em Letras da Uece, pelo docente Argus Romero Abreu de Morais, colaborador do Programa de Pós-Graduação em Letras e Teoria Literária e Crítica da Cultura da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), e pela professora doutora Otávia Marques de Farias (PPGLin/ILL/Unilab), docente do Curso de Letras – Língua Portuguesa da Unilab.

Banca examinadora da dissertação intitulada“Ethé  de credibilidade e de identificação em discursos de posse presidencial no Brasil”, do mestrando Alisson Fernando Abreu de Sousa, composta pelos professores Kennedy Cabral Nobre (PPGLin/ILL/Unilab) e Argus Romero Abreu de Morais (UFSJ) e pelas professoras Maria Eduarda Gonçalves Peixoto (UECE) e Otávia Marques de Farias (PPGLin/ILL/Unilab).

Neste mesmo dia, à noite, para marcar o início das atividades letivas do semestre 2021.1 do Mestrado em Estudos da Linguagem (Mel/Unilab), a professora Maria Elias Soares, docente titular do Departamento de Letras Vernáculas e do Programa de Pós-Graduação em Linguística da UFC, proferiu a conferência “Questões de pesquisa na área da linguagem”.

Outras informações sobre o Programa estão disponíveis na página do PPGLin e no Instagram.

Maria Elias Soares, professora titular da UFC.

Sobre o MEL

O Mestrado em Estudos da Linguagem (Mel/Unilab) busca formar pesquisadores brasileiros e estrangeiros a partir de uma perspectiva intercultural e crítica no que se refere à Língua Portuguesa, buscando contribuir para a integração entre o Brasil e os demais países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e para o desenvolvimento econômico e social desses países por meio da formação de pesquisadores-professores aptos a lidar com a pesquisa e o ensino em/da língua portuguesa em sua complexidade sócio-histórico-geográfica. A área de concentração do Programa é Linguagem e Integração, que abriga duas linhas de pesquisa: “Linguagem – diversidade e políticas linguísticas” e “Linguagem – práticas textuais-discursivas”.

O PPGLin foi criado com aprovação do Mestrado em Estudos da Linguagem na 183ª reunião da Capes, realizada de 20 a 22 de fevereiro de 2019. Iniciou suas atividades em 22 de julho de 2019.

Confira o primeiro Edital do PPGLin nº 01/2019.

Categorias
Palavra-chave

CONTEÚDO RELACIONADO