Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Professor da Unilab tem artigo publicado na prestigiada revista Cambridge University Press

Data de publicação  07/10/2021, 09:31
Postagem Atualizada há 1 semana
Saltar para o conteúdo da postagem

Dentre seus pilares de direcionamento (ensino, pesquisa e extensão), o corpo de docentes da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab),  vinculados às unidades do Ceará e da Bahia, em sua maioria composta de doutores – 96,33%, vem se destacando, além da produção de trabalho, projetos, ações, às publicações destes em revistas científicas renomadas no Brasil e no Exterior.

Entre elas, o destaque está na publicação do artigo digital, neste mês de Outubro, pela Cambridge University Press, com o tema: Models, Conceptual and Predictive: A Response to Johnson’s Models-as-Fables– Modelos, conceituais e preditivos: uma resposta aos modelos-como-fábulas de Johnson, produzido sob a coautoria do professor Enzo Lenine Lima, docente do curso de bacharelado em Relações Internacionais, vinculado ao Instituto de Humanidades e Letras (IHL/Unilab), do Campus dos Malês, em São Francisco do Conde, na Bahia.

O artigo digital foi publicado na prestigiada revista de Ciência Política e Relações Internacionais – Perspectives on Politics, editada pela American Political Science Association, tida como a maior associação de Ciência Política no mundo, com sede nos Estados Unidos da América (USA). Perspectives on Politics é uma revista A1 na área de avaliação “Ciência Política e Relações Internacionais” (Quadriênio 2013-2016). Com indicadores: 35º entre 182 periódicos de Ciência Política indexados por fator de impacto (fonte: site da revista); Fator de impacto: 3,776 (2020) e SciMago: quartil Q1.

A pesquisa trata-se de uma resposta a um outro artigo de James Johnson, publicado na Perspectives on Politics. Nele, Johnson defende a ideia de que modelos formais de fenômenos políticos são instrumentos meramente conceituais, que transmitem “lições de moral” sobre os fenômenos políticos (como fábulas), mas não são passíveis de teste empírico. Dowding e Lenine, por sua vez, argumentam que, embora alguns modelos formais de fenômenos políticos sejam de fato conceituais, diversos outros são testáveis empiricamente, principalmente por meio de modelos estatísticos. Os autores recorrem a uma extensa literatura sobre modelos formais e realismo estrutural para defender a ideia de que o valor dos modelos reside em sua capacidade de produzir previsões sobre os fenômenos sociais.

“Visualizo as colaborações em diferentes níveis para a Unilab. Primeiramente, trata-se de uma revista de prestígio nas disciplinas de Ciência Política e Relações Internacionais, na qual figura agora o nome da nossa universidade. Em segundo lugar, esse resultado evidencia uma linha de pesquisa em Relações Internacionais que é pouco aprofundada no contexto brasileiro, servindo, portanto, de estímulo para o envolvimento dos estudantes com esse tipo de investigação. Não por acaso, o projeto do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic/Unilab), intitulado: “Política doméstica e crises internacionais: uma proposta de expansão do modelo de custos de audiência” situa-se nessa linha de investigações sobre modelos matemáticos. Finalmente, o fato de o artigo resultar de uma colaboração entre professores de duas instituições em países diferentes demonstra a importância da colaboração entre diferentes universidades, pesquisadores e países.” – Enzo Lenine, internacionalista.

Sobre o pesquisador

Enzo Lenine, graduado em Relações Internacionais, mestre e doutor em Ciência Política, está atuando em três linhas principais: modelagem matemática de fenômenos políticos, feminismo nas Relações Internacionais e hierarquias de conhecimento na Ciência Política. Seus projetos de pesquisa aprovados na Fapesb e nos editais de Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic/Unilab), centram-se principalmente nas duas primeiras linhas. Desde seu ingresso na Unilab, publicou 13 artigos em periódicos nacionais e internacionais de Ciência Política e Relações Internacionais, muitos dos quais em colaboração com pesquisadores de outras instituições e com estudantes de graduação da Unilab.

Categorias
Palavra-chave