Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

A IV da Semana da Pedagogia acontece de 14/12 a 16/12, com o tema “Educação e resistências: formulando pedagogias de curas em tempos de pandemia”

Data de publicação  10/12/2021, 15:52
Postagem Atualizada há 10 meses
Saltar para o conteúdo da postagem

Nos dias 14 a 16 de dezembro acontece a IV da Semana da Pedagogia, que nesta edição traz como tema “Educação e resistências: formulando pedagogias de curas em tempos de pandemia”. As inscrições podem ser feitas por meio de preenchimento e envio de formulário eletrônico, que encontra-se neste link. O evento terá transmissão pelo canal da Prograd/ Unilab, no YouTube, e por meio de salas do Google Meet.

A programação conta com mesas-redondas, rodas de diálogos sobre trabalhos, investigações e atividades de estudantes, além de oficinas teórico-práticas e apresentações artístico-culturais. Participam do evento docentes, estudantes, pesquisadores/as e lideranças dos povos originários convidados/as.

O tema proposto nesta edição aproxima-se do presente histórico na perspectiva de que se está construindo, nesse contexto, pedagogias e formas de fazer, saber e ser que ajudam a curar, a cuidar,  a afetar as relações e existência planetária. Segundo organização do evento, o campo de conhecimento da educação é atravessado pelos demais campos de saberes, pelas práticas educativas que rompem o espaço estritamente das escolas e das universidades, e se torna um espaço onde o exercício da transdisciplinaridade se faz o tempo todo corrente, fluido e em movência.

“Apostamos em outras pedagogias intituladas por pedagogia multirracial, pedagogia da ginga, pedagogia do terreiro, pedagogia das encruzilhadas, pretagogia – todas com foco nas epistemologias de matriz africana e afro-diaspóricas – pedagogia do oprimido, pedagogia do esperançar, pedagogia da cura, entre outras que estão sendo nominadas neste instante do tempo presente, e, ao serem nominadas, ganham espessura na chave epistemológica da decolonialidade”, aponta texto da organização do evento.

  • As inscrições para a oficina de contação de história Afro-Brasileira na educação devem ser feitas por meio de preenchimento e envio de formulário eletrônico neste link.
  • As inscrições para a oficina “Eu quero me curar de mim – Experiências de auto-educação no cuidar de si e do outro(a)” devem ser feitas por meio de preenchimento e envio de formulário eletrônico neste link.
  • Para obter mais informações, o e-mail de contato é  ivsemanadapedagogiaunilab@gmail.com.

 

 

Categorias
Palavras-chave

CONTEÚDO RELACIONADO