Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Nesta sexta-feira (16), o projeto “Procura-se Marly” realiza mostra de vídeos do seu processo criativo, na Unidade Acadêmica dos Palmares, no Ceará. Participe!

Data de publicação  16/12/2022, 10:51
Postagem Atualizada há 1 mês
Saltar para o conteúdo da postagem

Na noite desta sexta-feira (16), a partir das 19h, com duração prevista de duas horas, no bloco III, da Unidade Acadêmica dos Palmares, em Acarape/CE, o projeto “Procura-se Marly”, contemplado pela X Edição dos Laboratórios de Criação em Teatro da Escola Porto Iracema das Artes e executado, em parte, na Unilab, realizará uma mostra de vídeos.

O evento, que faz parte de uma atividade da Porto Iracema chamada “Rotas de Criação”, traz como título “Toda Busca Traça um Mapa: Rastros de Apavoração em Procura-se Marly”.

“Toda Busca Traça um Mapa” será um momento de abertura de processo do grupo para a comunidade, e pretende revelar e debater alguns bastidores da criação, ajudando a traçar os caminhos que constituem os próximos 3 meses do laboratório. Serão projetados vídeos de momentos diversos da trajetória do processo (ensaios, reuniões, apresentações) realizados pela multiartista Vyna Garcy, intercalando essa apresentação com bate-papo mediado pelo discente e pesquisador Matheus Santos (@bixa.poc).

A atividade faz parte das Rotas de Criação do Laboratório em Teatro da escola Porto Iracema das Artes em parceria com a Unilab. A mediação é de Matheus Santos.

Sobre o projeto

O projeto “Procura-se Marly” foi iniciado com uma carta de amor escrita em 1957 e encontrada nos escombros de um salão de beleza demolido na cidade de Fortaleza. A carta, escrita por “Marly” a “W.”, fala sobre paixão, saudade e espera.  A partir da pergunta “o que é e o que pode um corpo-carta?”, Procura-se Marly passou a desenvolver ações de rua chamadas “Apavorações”, já tendo passado pelas cidades de Guaramiranga, Redenção e Fortaleza. O grupo foi inicialmente composto por Rosana Braga Reis, Wilame Júnior (servidora e discente da Unilab, respectivamente), Anderson Marques e vyna garcy (artistas residentes em Fortaleza: produtor do eixo Fortaleza e pesquisatroz audiovisual, respectivamente). Depois, somaram-se artistas residentes nos municípios de Redenção e Acarape e vinculadas, em sua maioria, à Unilab: Rodrigo Paulino, Borboleta Raiely, Cisco Moura, Kalea Dara e Angel Black. Na Unilab, o grupo tem encontrado apoio para locais de ensaio e reuniões através da Pró-Reitoria de Extensão, Arte e Cultura (Proex), do Instituto de Humanidades (IH) e do Curso de Pedagogia.

Mais informações pelo IG @procurasemarly

Categorias