Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Unilab divulga regulamentação de uso do serviço de armazenamento de dados em nuvem da assinatura Google

Data de publicação  26/05/2023, 10:42
Postagem Atualizada há 11 meses
Saltar para o conteúdo da postagem

As unidades (Ceará e Bahia) da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) utilizam-se dos serviços da Google – o conjunto de ferramentas e serviços gratuitos adaptados para instituições de ensino em todos os níveis (Google Workspace for Education Fundamentals). Além da oferta das ferramentas: Meu Drive, Google Gmail, Google Fotos e drives compartilhados, estão disponíveis, também: Google Sala de Aula, Meet, Documentos, Formulários e Chat, tendo a capacidade total de 100 terabytes para a assinatura do Google para toda a Unilab.

Diante da quantidade de contas que utilizam-se dos serviços da Google, a Unilab já estava utilizando 98,24 terabyte, conforme contatou o estudo realizado pela equipe da Divisão de Infraestrutura, Segurança da Informação e Redes (DISIR), vinculada à Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI/Unilab).

Segundo o Relatório produzido pela DISIR/DTI, verificou-se que, mais de 70% das contas ativas utilizam, até 20 GB de armazenamento, o que ajudou a definir a estratégia de limites das contas institucionais. Hoje, a utilização está em 99,03% da disponibilidade.

A Portaria tem a intenção de manter disponíveis os recursos do pacote de ferramentas do Google Workspace For Education Fundamentals, indispensáveis nas atividades acadêmicas e administrativas. As cotas de armazenamento foram fruto do estudo efetuado pela DISIR/DTI, onde verificou-se que mais de 70% dos usuários não terão nenhum impacto, porém, o uso descontrolado de usuários pode comprometer os serviços.

Para se ter uma ideia das cotas de armazenamento que serão aplicadas, em outras instituições as cotas definidas estão entre 5 GB a 15 GB para servidores e de 1 GB a 5 GB para discentes, conforme explicou o diretor da DTI/Unilab, Giancarlo Vecchia – cientista da computação e pós-graduado em Tecnologia de Redes de Computadores.

“O objetivo é manter o serviço e destinar o recurso de forma equilibrada, tanto para servidores, discentes e unidades administrativas” – Giancarlo Vecchia

Conforme a Portaria DTI/Unilab nº 03/2023, a qual dispõe da regulamentação do uso do serviço de armazenamento de dados em nuvem dos serviços Google Workspace da Unilab, as capacidades que estarão sendo configuradas, são: 

Nas contas de unidades organizacionais – 200 gigabytes para Meu Drive + Google Gmail + Google Fotos e 100 gigabytes para Drives Compartilhados; Nas contas de servidores e colaboradores terceirizados – 25 gigabytes para Meu Drive + Google Gmail + Google Fotos; e  nas contas de discentes – 20 gigabyte para Meu Drive + Google Gmail + Google Fotos.

Observações em destaque

O tempo estimado para adequação na abrangência dos serviços são de até 60 dias, prazo iniciado após publicação da portaria DTI nº 03/2023 no Boletim de Serviços da Unilab.

Os usuários sentirão mudança no sentido de organização. Percebe-se que as unidades poderão utilizar 300 Gb. Neste sentido, será conveniente que as unidades separem os arquivos do setor, dos arquivos dos servidores. De forma geral, o servidor terá mais espaço pois todo o conteúdo gerado dos setores estarão nos drives setoriais e compartilhados.

Consulte você mesmo:

– Como é possível saber a capacidade utilizada atualmente do serviço acessando? Verifique acessando ao link https://drive.google.com/settings/storage.

– Analisar e excluir arquivos grandes ou desnecessários, acessando https://drive.google.com/drive/quota; e

– Como gerenciar os arquivos no Google Drive, acessando https://support.google.com/mail/answer/6374270.

Categorias
Palavra-chave