Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Estudantes da Unilab, selecionados por instituição estrangeira, constroem câmara com radiação ultravioleta para descontaminação de máscaras de EPIs

Data de publicação  09/12/2020, 14:18
Postagem Atualizada há 3 meses
Saltar para o conteúdo da postagem

Os estudantes da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), vinculados aos cursos de Engenharia e Energias e Engenharia da Computação do Instituto de Engenharias e Desenvolvimento Sustentável (IEDS), foram selecionados pela entidade norte-americana “The Optical Society” (OSA) para a produção e pesquisa de uma câmara de descontaminação para máscaras cirúrgicas – modelo N95, utilizadas pelos profissionais da saúde, agora, com foco no enfrentamento à Covid-19.

O instrumento é resultado do incentivo da empresa The Optical Society (OSA), entidade ao qual o grupo de acadêmicos é associado – “Unilab Student Chapter“. A ação da OSA reúne estudantes associados ao redor do mundo em prol ao combate à pandemia, com escolha de cinco capítulos/organizações estudantis no Brasil, destes, a equipe do IEDS/Unilab foi selecionada.

Visando a construção de gabinetes de desinfecção para posterior doação aos hospitais públicos, os estudantes membros da OSA-Unilab Student Chapter desenvolveram o protótipo no laboratório do Campus das Auroras, em Redenção/CE, com utilização de lâmpadas de radiação ultravioleta.

Após exposição radioativa, é possível a reutilização da máscara N95 (item integrante do grupo de Equipamento de Proteção Individual (EPI), recomendado pela Organização Mundial de Saúde – OMS), tão importante para prevenção de contágio dos profissionais de saúde que lidam diariamente com o atendimento de infectados no segmento da saúde pública.

Fotos OSA-Unilab Student Chapter: Construção da câmara para descontaminação de EPIs

O capítulo estudantil do projeto está sob a orientação dos professores do IEDS/Unilab: Sabi Bandiri, orientador e com doutorado em Engenharia Elétrica, e Tales Nogueira, co-orientador e com doutorado em Ciência da Computação.

Foram consideradas as habilidades técnicas desses profissionais selecionados, que abraçaram o desafio, e com o financiamento da OSA estão construindo o protótipo. Eles buscam realizar as caracterizações físicas e biológicas necessárias, caracterizado pelo teste biológico, através de parcerias com diversos institutos, da Unilab ou de abrangência externa, interessados na pesquisa. “Estamos à procura de parcerias para a realização dos testes biológicos”, enfatizou o estudante de Engenharia de Energias, Gefferson Fernandes, presidente da OSA-Unilab Student Chapter.

Detalhes do projeto

Foram utilizados, para construção do protótipo do gabinete, componentes nacionais que seguiram o protocolo de construção elaborado pela Universidade de Oxford, Inglaterra. Segundo o grupo, o custo deste equipamento foi calculado em U $1.300, do qual a maior parte destina-se à instalação de 16 lâmpadas UV-C (lâmpadas “germicidas” especiais que emitem luz ultravioleta de alta intensidade, para purifica o ar, a água e superfícies sem o uso de substâncias químicas agressivas, que são nocivas para o meio ambiente).

As máscaras de proteção (N95) são submetidas a cinco minutos de exposição à radiação ultravioleta, com comprimentos de onda entre 200 nm e 280 nm (UV-C). Desta forma, após a ação, tornam-se seguras para novo uso pelos profissionais de saúde. Após a finalização de todas as etapas do projeto, a câmara será doada para o Hospital Filantrópico do município de Redenção, no Ceará.

Estão sendo observadas normas rígidas de biossegurança e realizados outros ajustes que visam melhorar a funcionalidade para a inserção nos processos hospitalares.

Fotos OSA-Unilab Student Chapter: Protótipo de câmara para descontaminação de EPIs

Sobre a OSA e o capítulo

A OSA é uma sociedade internacional de óptica que tem como objetivo facilitar a interação entre profissionais da área de óptica e fotônica de todo o mundo. Os membros da OSA (estudantes de iniciação científica, mestrado, doutorado pesquisadores, técnicos e empresas) se beneficiam de informações científicas on-line através dos jornais da área (Optics Express, JOSA A, JOSA B, Optics Letters, Applied Optics) e recebem a assinatura das revistas Optics & Photonics News e Physics Today. A OSA também oferece serviços como banco de currículos, oferta de empregos na área de óptica e auxílio em congressos internacionais.

Sobre a Unilab Student Chapter

É um grupo composto pelos acadêmicos (membros da equipe técnica, responsáveis pela construção da câmara e os demais membros do capítulo, que estão envolvidos em outros projetos:

— Almeida Malembe, Francisco Jandson, Gefferson Silva, Lizandra Silva, Elenilsa Silva, Pedro Silvestre, Aryadna Livia Mendes Araújo, Augusto Felix Gomes, Baba Culda – todos do curso do Engenharia de Energias. Como também: José Augusto Sobrinho, Adilson Cabaça, Antonio Uamba, Manuel Finda Evaristo, Manuel Lucala Zengo, Nena António Impanta, Romeu Papa Vieira Có, Sumaé Embaló, Wil Mung – do curso de Engenharia da Computação. A orientação é de responsabilidade dos professores do Ieds/Unilab, Sabi Bandiri e Tales Nogueira, vinculados à OSA.

OSA-Unilab Student Chapter,  reconhecida pelo Ieds, é o primeiro capítulo do estado do Ceará, somando-se aos mais diversos outros capítulos no Brasil. A equipe é responsável pela organização de eventos e atividades na área de óptica dentro da Unilab e visa promover a troca de informações e experiências entre estudantes e pesquisadores de vários países, assim como gerar discussão e difusão de novas ideias na sociedade.

“Alavancar a rede global de capítulos estudantis da OSA, especificamente aqueles em países de baixa renda, para ajudar suas comunidades locais, alavancando a tecnologia óptica para estender a vida dos EPIs”, este é o principal objetivo do OSA-Unilab Student Chapter, concluiu Gefferson Fernandes.

Para participar basta ser sócio da OSA e/ou estudante (graduação, mestrado, doutorado ou especialização) da área de óptica ou fotônica.

Outras informações pelo email: (unilab.chapter@gmail.com) e/ou no instagram do OSA-Unilab Student Chapter.

Fotos OSA-Unilab Student Chapter: membros da equipe técnica e o professor Sabi.

Categorias