Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Equipes da Unilab promoveram a múltipla acolhida aos novos estudantes na 17ª edição do Samba

Data de publicação  08/04/2022, 13:47
Postagem Atualizada há 3 meses
Saltar para o conteúdo da postagem

A 17ª edição do Seminário de Ambientação Acadêmica (Samba), coordenada pela Pró-Reitoria de Políticas Afirmativas e Estudantis (Propae/Unilab), teve sua abertura, na manhã da última quarta-feira (6) – via canal Unilab Oficinal no YouTube, com participação dos integrantes da gestão superior da Unilab, da equipe dos pró-reitores, técnicos envolvidos e dos estudantes bolsistas de nossos projetos e programas de graduação e pesquisa (Observe – CE e BA; DCE/CE, Associação Estudantes Internacionais e do Programa de Acolhimento e Integração de Estudantes Estrangeiros (Paie).

Abertura do 17º Seminário de Ambientação Acadêmica (Samba) – 2021.2

Parabenizando a equipe organizadora do evento, a pró-reitora da Pró-Reitoria de Políticas Afirmativas e Estudantis (Propae), Mara Rita Duarte de Oliveira, deu as boas vindas a todos os acadêmicos – brasileiros e internacionais, trouxe informações quanto às ações desenvolvidas pela pasta aos estudantes. “Estamos no esforço coletivo, conjunto, para minimizar os impactos iniciais do retorno. Sabíamos que seria um retorno difícil. Mas, estamos nos alinhando, já que todas as nossas dificuldades têm a ver com dois anos de Pandemia. Essa gestão está trabalhando diuturnamente para atender o interessa da nossa comunicada, em especial, nossos estudantes”, esclareceu a professora Maria Rita.

A novidade fica por conta da criação do “Reitorado Itinerante”, que segundo a pró-reitora da Propae, funcionará no horário noturno, na sede da Unidade Acadêmica dos Palmares, em Acarape/CE. Em destaque, agradeceu o esforço da Reitoria para aumentar o atendimento ao Programa Bolsa Permanência (PBP), com ganho significativo no número de bolsas ofertadas, saindo de 12 para 51 bolsas permanências. Diante do contexto de inclusão social e atuação, a pró-reitora da Propae divulgou que, além do já atendimento do Núcleo de Inclusão, Acessibilidade e Diversidade (NIADI/CDH), foi aprovada a Política de Inclusão e Acessibilidade da Unilab, conforme Resolução Consuni nº 55/2021. “Estamos trabalhando para ser uma universidade inclusiva, democrática, dialógica e de portas abertas, com a presencialidade de todos”, declarou a professora.

Conferência de abertura do Samba 2021.2, com o tema: “Pós isolamento social: desafios e expectativas aos/às discentes ingressantes na Unilab”, Campus das Auroras, Redenção/CE

Início do Letivo 2021.2 – (atividades presenciais)

Como diferencial da Unilab, Maria Rita trouxe o “Trote Ecológico – Jardim suspenso”, como atividade de acolhimento desenvolvida pelos estudantes que agora fazem parte da universidade, plantando e acompanhando o desenvolvimento de sua muda (eco biodiversidade), que acontecerá nesta sexta-feira (8), no Campus da Liberdade, em Redenção/CE.

A atividade de acolhimento visa “chamar os alunos para a importância da eco biodiversidade, para um pensamento do desenvolvimento sustentável do planeta, que todos nós estamos envolvidos. Será um momento que os estudantes irão plantar sua muda e acompanhar o processo do seu desenvolvimento”, destacou a pró-reitora da Propae e professora do Icen/Unilab, Mara Rita.

Jardim suspenso, construído durante o Samba 2021.1

Iniciando um novo ciclo de vida, “É muito importante esse momento, tornando-se um divisor de águas. Vocês terão a oportunidade de fazer escolhas assertivas. Entendendo o funcionamento da instituição, para que tenham um desempenho acadêmico salutar e significativo, que vai redundar num profissional de excelência. A Unilab está aqui para dar uma formação de excelência. Mas, essa formação necessita de disciplina, respeito, compromisso. Que vocês possam desfrutar de tudo aquilo que a Unilab tem, no campo do Ensino, Pesquisa e Extensão. Não descartem as suas descobertas. Não desprezem as crenças e os valores que os foram dados”. Para a professora, doutora em Linguística, “a universidade não é para mudar… é para acrescentar”, enfatizou Cláudia Carioca.

Vice-reitora da Unilab, Cláudia Carioca

Mesmo passando por um momento de muitas dificuldades, a professora Geranilde Costa e Silva, pró-reitora da Pró-Reitoria de Graduação (Prograd/Unilab), destacou o papel da Unilab na nova fase da vida e como importância aos novos acadêmicos. “A universidade que vocês escolheram para estudar, para obter um curso de graduação, e também pensar num curso de pós-graduação. Estamos para acolher, tirar dúvidas, fazer processo de iniciação, entender melhor a Unilab e sua proposta educativa, tanto no Ceará, como na Bahia”.

Quanto às ações de extensão, a professora Fátima Bertini, pró-reitoria de Extensão, Arte e Cultura (Proex), refletiu sobre a importância deste pilar (Extensão), que junto com a Graduação e a Pesquisa, garante à universidade todo o alicerce da academia. “A Extensão busca promover o desenvolvimento social e a articulação entre o saber acadêmico e a sociedade”.

No contexto das ações de relações internacionais, com abrangência aos estudantes que fazem parte da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), a professora Artemisia Odila, pró-reitora de Relações Institucionais e Internacionais (Prointer), destacou que a Unilab é a única universidade que valoriza a interculturalidade dos países africanos, que reúne professores e estudantes de diferentes nacionalidades, cadastrados em nosso quadro, mais de 1.300 estudantes internacionais. “Atuação acadêmica vocacionada para atuação internacional e compromissada com a interculturalidade e integração dos povos”, destacou.

Vivam a Universidade em toda sua plenitude. Uma universidade que tem na sua raiz a internacionalização, essa mistura, essa heterogeneidade, de vários países dentro da sala de aula, que faz a união de um só grupo, um só elemento que se chama: “Unilab”. Quantos países cabem numa sala de aula? Na Unilab pode caber 2, 3, 4, 5… países numa única sala.” – José Olavo Garantizado, pró-reitor da Proppg.

A pesquisa e a pós-graduação da Unilab estão se fortalecendo a cada ano. As ações múltiplas são amparadas pela equipe da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Proppg), coordenada pelo professor José Olavo Garantizado Júnior. A importância da entrada do aluno em grupos de pesquisa e nos projetos de iniciação científica (remunerados e ou voluntários) foi o destaque para esse momento do professor Olavo, sendo o primeiro grande passo do estudante quando entra no universo acadêmico, além de outros fatores, é entrar em um grupo de pesquisa. “Você (estudante) entrando num grupo de pesquisa, vai facilitar bastante os seus conhecimentos, e assim, já vai se preparando para um segundo passo, a entrada na iniciação científica”, enfatizou o pró-reitor Olavo.

Campus dos Malês/BA – Festival das Culturas (2016)

Os saberes da Unilab na Bahia

“O Campus dos Malês (São Francisco do Conde/Bahia) é um lugar fundado na premissa da Esperança. Da fé na educação pública, como instrumento de emancipação”, enfatizou a diretora da unidade da Unilab, na Bahia. 

Pelo momento, a retomada das atividades presenciais, após os dois anos da Pandemia da Covid19, o como “Voltar” foi enfatizado por Mírian Reis. “Durante todo esse tempo, o que nos manteve funcionando, a pesar de todas as dificuldades, foi a crença que tudo isso iria passar”, descreveu a professora de Teoria da Literatura, vinculada ao Instituto de Humanidades e Letra (IHL/Unilab/BA), recitando um trecho do poema de Thiago de Mello: “Faz escuro mas eu canto”.

Diretora do campus dos Malês, Mirian Reis

Representatividade dos estudantes da Unilab

No mundo acadêmico, muitas são as ações desenvolvidas pelos estudantes, a exemplo da representação de discentes (DCE – CE e BA), dos Tutores do Programa de Acolhimento e Integração de Estudantes Estrangeiros (Paie) e dos bolsistas do Programa Observatório da Vida Estudantil (Observe/Unilab), vinculado à Pró-Reitoria de Políticas Afirmativas e Estudantis (Propae), atuando nos campi do CE e da BA); da Associação Estudantes Internacionais; que orientaram seus amigos em cada área de atuação que a Unilab oferece.

Atividades da Programação do Samba

Como tema da conferência de abertura no Ceará, trouxe: “Pós isolamento social: desafios e expectativas aos/às discentes ingressantes na Unilab”. Os eventos se estendem até hoje (sexta-feira, 8), no formato híbrido.

O encerramento das atividades acontece nesta sexta-feria (8). Confira a PROGRAMAÇÃO:

(Online) Transmissão pelo Canal da Unilab Oficial, no Youtube

14h – Diálogos Formativos: Conhecimento e ciência: o tripé ensino, pesquisa e extensão na Universidade (PROGRAD,
PROPPG, PROEX)
Convidados/as: Representações | (PROGRAD (Prof Luis Carlos Ferreira – CPAC); PROPPG
(Carlos Muniz e Renato Paiva) e PROEX (Nixon Araújo)
Mediador: Francisco de Assis Silveira (COEST – PROPAE)

Presencial – Local: Pátio do Campus das Auroras, em Redenção/CE
15h30 – Mesa de encerramento – DCE e Coletivos de Estudantes Internacionais (Presencial)
Convidados/as: Coletivo de Estudantes Internacionais (Sírilo Lourenço Nhaueleque /
Jandira Miguel Dala / Adaziza Santiago) / Jorge Fernando Lodna (DCE)
Mediação: Mafudje Seide (Coletivo de Estudantes Internacionais) e Kelvin Cavalcante (DCE)
Transmissão pelo Canal da Unilab Oficial, no Youtube

Matérias relacionadas: – Programa de Ações Afirmativas da Unilab é aprovado

Categorias
Palavras-chave

CONTEÚDO RELACIONADO