Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Embaixador da Guiné-Bissau no Brasil profere conferência sobre Amílcar Cabral na Unilab

Data de publicação  18/01/2023, 15:47
Postagem Atualizada há 7 dias
Saltar para o conteúdo da postagem

O embaixador da Guiné-Bissau no Brasil, M’bála Alfredo Fernandes, vem à Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) para participar do evento “Amílcar Cabral e o cinquentenário de sua morte: memórias e reflexões”. A programação ocorre de 20 a 23 de janeiro e será iniciada com a conferência “Pensamento e ação diplomática de Amílcar Cabral – subsídio para um enquadramento histórico e o seu legado”, a ser proferida pelo embaixador no dia 20, às 11h.

20 de janeiro é considerado o Dia dos Heróis Nacionais na Guiné-Bissau, celebrado com solenidade e honra aos que tombaram na luta pela independência. Assim, relembrar os 50 anos da morte do político, engenheiro agrônomo e revolucionário Amílcar Cabral é o objetivo do evento organizado pela Reitoria, com apoio da Pró-Reitoria de Relações Institucionais e Internacionais (Prointer), da Pró-Reitoria de Extensão, Arte e Cultura (Proex), da Pró-Reitoria de Administração e Infraestrutura (Proadi), e pelas associações de estudantes internacionais.

“(relembrar os) 50 anos da morte de Amílcar Cabral, pai fundador das nacionalidades guineense e cabo verdiana, ocorrida a 20 de janeiro de 1973, marco importante na viragem da página histórica da luta de Libertação Nacional dos povos das ex-colônias portuguesas em África e Timor-Leste”, destaca M’bála Fernandes.

Programação

No dia 20 de janeiro, sexta-feira, logo pela manhã haverá o hasteamento da bandeira de Guiné-Bissau, às 10h, seguido de atividade cultural com o projeto de extensão Vozes da África. Às 10h30  ocorre a abertura da mesa institucional, com o reitor da Unilab, Roque Albuquerque; o embaixador da Guiné-Bissau no Brasil, M’bála Fernandes; e representantes do Governo do Estado do Ceará, Prointer, Pró-Reitoria de Extensão, Arte e Cultura (Proex), Prefeitura de Acarape, Prefeitura de Redenção, Associação dos Estudantes Guineenses (Malês/Bahia/Unilab) e do Fórum de Estudantes do Ceará. Em seguida, haverá a conferência “Pensamento e ação diplomática de Amílcar Cabral – subsídio para um enquadramento histórico e o seu legado”, a ser proferida pelo embaixador M’bála Alfredo Fernandes.

Durante o final de semana, a programação segue com encontro do Embaixador de Guiné-Bissau com os estudantes guineenses (Ceará), atividades desportivas promovidas pelas associações de estudantes de Guiné-Bissau, Cabo Verde, Angola, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste e encontro do embaixador com a comunidade acadêmica unilabiana.

Na segunda-feira, às 10h30, ocorre a mesa-redonda “Os desafios da Independência”, composta pelo professor Carlos Cardoso (Guiné-Bissau), professora Angela Coutinho (Cabo Verde) e os egressos da Unilab Nkanande Ka e Adilson Victor Oliveira.

Pela tarde, às 14h30, será a vez de debater a atuação de Amílcar Cabral e seu legado nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (Palop), com representantes das associações de estudantes dos países parceiros.

A programação será encerrada com a conferência “Amílcar Cabral e o cinquentenário de sua morte: Memórias e reflexões”, com o professor dr. Julião Soares, guineense radicado em Portugal.

Confira todos os detalhes da programação.

Categorias
Palavra-chave