Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Semana de História recebe inscrições para comunicações individuais e ouvintes; evento acontece de 10 a 13 de agosto, com o tema “História(s): lutas política, territórios e identidades”

Data de publicação  21/07/2021, 15:45
Postagem Atualizada há 4 meses
Saltar para o conteúdo da postagem

A terceira edição da Semana de História, com o tema “História(s): lutas política, territórios e identidades”, está com inscrições abertas para comunicações individuais nos Grupos de Trabalho até o dia 5 de agosto, e também para ouvintes, até o dia 10 de agosto. Os interessados devem inscrever-se por meio de envio de formulário eletrônico, que encontra-se neste link. O evento acontece entre os dias 10 e 13 de agosto e é realizado pelo curso de História da Unilab – Campus dos Malês. Este ano, a Semana de História é realizada na modalidade online, com transmissão pelo canal oficial da Unilab no YouTube e no Facebook. A programação consta de conferências, minicurso, mesas redondas e apresentações de comunicações em Grupos de Trabalho abertos a toda comunidade acadêmica. O evento traz como convidados para sua programação lideranças indígenas e quilombolas.

A Semana de História este ano tem como objetivo refletir historicamente sobre o conturbado contexto político e social que vivenciamos, na conjuntura local e global face à pandemia da covid-19 e seus desdobramentos, entre lutas e conflitos, tais como as constantes ameaças à democracia e à supressão de direitos. A pandemia trouxe consigo o agravamento das diversas faces da exclusão social no Brasil. O recrudescimento da pobreza, do racismo, das invasões de terras indígenas, entre outras, expõem dilemas e desafios que encontram, na História e em suas interlocuções, os diálogos que possibilitam a construção de projetos políticos para o enfrentamento e a superação das crises que tangenciam o mundo contemporâneo e os resquícios do passado colonial.

Nesse contexto, o evento será realizado trazendo essas e outras questões para diálogo, a exemplo da temática sobre o Ensino de História nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) face aos desafios mundiais. A conferência de abertura terá a participação da professora Vanicleia Silva Santos, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e da University of Pennsylvania. As mesas-redondas abordam temas como os ativismos indígena e quilombola, com a presença de lideranças como Márcia Mura, integrante do povo indígena Mura e doutora em História Social pela Universidade de São Paulo (USP); Rubens Celestino, vice-presidente da Associação de Moradores Quilombolas do Monte Recôncavo (BA); e Jerônimo Santana, integrante da comunidade tradicional pesqueira e quilombola de São Braz, em Santo Amaro (BA). O encerramento do evento ficará por conta do professor da Universidade Federal do ABC (UFABC) Muryatan Santana Barbosa, que fará conferência com o tema “História e utopias concretas”.

Participam da Semana de História lideranças indígena e quilombolas Márcia Mura, Jerônimo Santana (centro) e Rubens Celestino

Minicurso

Também integra a programação da Semana de História um minicurso intitulado “Uma introdução ao Markdown e suas possibilidades no ensino e divulgação científica” – evento que acontece no dia 10 de agosto, das 14h às 18h, e será ministrado pelo docente Eric Brasil. O markdown é uma sintaxe baseada em texto simples para formatação de documentos. Possui muitas opções para produção de materiais didáticos, apresentações, entre outros. Os interessados em inscrever-se no minicurso devem enviar e-mail para semanadehistoriamales@gmail.com.

Confira os grupos de trabalho da Semana de História:

GT 1 – Instituições, sujeitos e dinâmicas políticas
A agência histórica de sujeitos, lideranças e movimentos sociais. O papel e o funcionamento das instituições nas lutas políticas, bem como os embates, os conflitos e as tensões localizadas nos processos em defesa dos valores democráticos.

GT 2 – Experiências sociais, saberes e performances
As pautas da Educação, os protagonismos contra-hegemônicos, a produção cultural, a diversidade de saberes, os ativismos e as dinâmicas políticas em Sociedade e Cultura. Experiências sociais nos campos do combate aos racismos e à supressão de direitos.

Confira as mesas-redondas nos dias 11 a 13 de agosto:

Para esclarecer dúvidas ou obter mais informações sobre o evento, o e-mail de contato é: semanadehistoriamales@gmail.com.

Categorias
Palavras-chave

CONTEÚDO RELACIONADO