Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Programa de Pós-graduação em Saúde da Família recebe homenagem em encontro da Renasf

Data de publicação  06/06/2023, 12:09
Postagem Atualizada há 1 ano
Saltar para o conteúdo da postagem

O Programa de Pós-graduação em Saúde da Família (PPGSF) da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) foi homenageado durante o I Encontro da Rede Nordeste de Formação em Saúde da Família (Renasf), pelo ingresso na Renasf e fortalecimento da parceria e formação profissional, que busca contribuir para Estratégia de Saúde da Família e o Sistema Único de Saúde (SUS). O Encontro aconteceu nos dias 02 e 03 de junho, na Fiocruz-CE.

O coordenador do Programa, professor Jairo Domingos de Morais, reforça a participação da Unilab na Rede Renasf e aponta para a importância de espaços de construção coletiva de conhecimento na busca por qualificar a formação dos profissionais do SUS, em especial no Maciço do Baturité. Ele explica que a Renasf envolvia nove universidades nucleadoras, aptas a desenvolver programa de mestrado e doutorado. Em um novo edital, mais duas nucleadoras foram aprovadas, entre elas a Unilab. Embora ainda não tenha turma no PPGSF, o Programa está em fase de construção.

“Desde dezembro de 2022, temos participado dos espaços, construído edital e currículo, e participado dos grupos. Essa homenagem é pela parceria, pelo fortalecimento e pela contribuição da Unilab para a rede Renasf”, contextualiza o docente Jairo Domingos de Morais.

Ele aponta que a Renasf tem como finalidade fomentar a pesquisa e o ensino do campo da Saúde da Família, potencializando as ações de educação/formação nesse campo de conhecimento, e fortalecer as instâncias colegiadas para a articulação, o diálogo, a negociação e a pactuação interinstitucional, com vistas ao fortalecimento do SUS.

“É um passo importante para a Unilab ingressar e partilhar experiência com uma Rede de intensa articulação institucional com colaboração ativa de 30 entidades partícipes em seis estados da região Nordeste (AL, CE, MA, PB, PI e RN)”, afirma o docente.

Categorias
Palavras-chave

CONTEÚDO RELACIONADO