Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Ações solidárias de distribuição de alimentos aos estudantes acontecem nesta segunda-feira (16), no pátio do campus da Liberdade

Data de publicação  13/08/2021, 14:42
Postagem Atualizada há 1 mês
Saltar para o conteúdo da postagem

O resultado da Campanha do Junino Solidário será a entrega de 25 cestas básicas, para estudantes em vulnerabilidade alimentar, além de 40 kits de higiene, nesta segunda-feira (16 de agosto), das 10h30 às 13h30, no pátio do campus da Liberdade. A entrega será realizada no mesmo dia de distribuição de refeições, a partir das 11h30, em uma ação realizada pelos estudantes do Centro Acadêmico do Bacharelado em Humanidades, voltada a discentes residentes de Redenção e Acarape.

A campanha Junino Solidário realizou uma série de lives para sensibilização e arrecadação de recursos para repasse de alimentos a estudantes. Parte dessa doação de cestas básicas será com base em uma lista de discentes em maior vulnerabilidade econômica e alimentar. Os kits de higiene – com absorventes, sabonete e álcool em gel – serão distribuídos para as estudantes. A campanha foi uma realização do Instituto Algodão na Flor (laflor), com apoio da Incubadora Tecnológica de Economia Solidária (Intesol/Unilab), da Reitoria da Unilab, Superintendência de Gestão de Pessoas (SGP) e outros setores da gestão da universidade.

“Foi uma campanha feita em plena pandemia que foi muito importante e válida. Uma iniciativa da Reitoria e da SGP, de solicitar apoio ao Instituto Algodão na Flor, para fazer essa campanha de cunho solidário. Fica também a lição para os próximos anos, de comemorar a festa junina nesta perspectiva de solidariedade e de cuidar do outro. Nós temos um país inteiro com necessidades e muita gente fazendo ações. Em Redenção, tem por exemplo estudantes dos centros acadêmicos, grupos de alunos fazendo ações e ajudas humanitárias também”, coloca Clébia Freitas, docente vinculada ao Instituto de Desenvolvimento Rural (IDR/Unilab) e fundadora da Intesol.

Ação solidária dos estudantes

Em uma ação solidária protagonizada pelos estudantes, coordenada pelo Centro Acadêmico do Bacharelado em Humanidades, a entrega de “quentinhas” – para a comunidade estudantil da Unilab que está em Redenção e Acarape-, será realizada também no dia 16 de agosto, no pátio do campus da Liberdade. Vale lembrar que, apesar da ação estar sendo chamada de “Dia de RU”, o Restaurante Universitário ainda não será reaberto neste momento. A ação, segundo a organização, seguirá os protocolos de biossegurança da Unilab e das autoridades sanitárias. Essa distribuição gratuita de refeições foi resultado de uma ação dos estudantes em parceria com o coletivo SOS Periferia, e com apoio financeiro do Sindicato de Trabalhadores das Universidades Federais do Ceará, além de doação de docentes. Esse evento é também uma parceria com a Pró-Reitoia de Políticas Afirmativas e Estudantis (Propae), do Projeto de combate à covid-19 da Unilab, que irá distribuir álcool em gel, e do Instituto Algodão na Flor.

“É um evento de extrema importância por ser construído pelos estudantes e nós, mais do que ninguém, sabemos das dificuldades que estamos passando nesse período pandêmico. Antes da pandemia já éramos vítimas de inúmeras vulnerabilidades sociais, financeiras e econômicas. Com a pandemia, isso tem se agravado e, com o fechmaento do RU, as coisas pioraram cada vez mais”, explica Whallison Rodrigues Gomes, vice-presidente do Centro Acadêmico de BHU. Ainda segundo o discente, “essa nossa atividade é uma ação de solidariedade, de empatia, de luta por comida no prato, pra que a gente possa, em um ‘Dia de RU’, levar essa ajuda imediata em formato de ‘quentinhas’ pros nossos colegas estudantes, que estão passando por dificuldades financeiras, por momento de insegurança alimentar; distribuir algumas cestas básicas para estudantes em situação de extrema vulnerabilidade, que estão em Redenção e Acarape, nesse período pandêmico; e também suscitar o debate da possibilidade da reabertura do RU”, contextualiza Gomes.

Categorias
Palavras-chave

CONTEÚDO RELACIONADO