Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

6º Novembro Afro-Brasileiro da Unilab está no ar (17 a 30/11). Participe dos encontros on-line!

Data de publicação  11/11/2021, 16:42
Postagem Atualizada há 6 dias
Saltar para o conteúdo da postagem

De 17 a 30 de novembro vai acontecer a sexta edição do Novembro Afro-brasileiro, com a temática: “População Negra produtora de conhecimentos: decolonizando saberes” e transmissão pelo Youtube Oficial da Unilab, além do canal no YouTube do PETHL.

O evento aberto é uma promoção do Setor de Promoção da Igualdade Racial Kabengele Munanga (Sepir), vinculado à Pró-Reitoria de Políticas Afirmativas e Estudantis (Propae/Unilab), além de outros parceiros da Unilab.

Mesa de abertura

O evento de abertura do 6º Novembro Afro-brasileiro, abordando a temática: “População Negra produtora de conhecimentos: decolonizando saberes”, aconteceu no último dia 04, com a participação dos docentes da Unilab: Artemisa Monteiro (pró-reitora da Prointer), Claudilene da Silva (coordenadora do Núcleo de Estudos Africanos, Afro-Brasileiros e Indígena (NEAABI/Unilab), Evaldo Oliveira (coordenador da CDHAA-Propar), Rosângela da Silva (chefe do Serviço de Promoção da Igualdade Racial –  Sepir), seguida com professor Segone Cossa, que proferiu conferência: “Gnose, Saberes e Ciência: o contributo decolonial da população Negra como produtora de conhecimento“, sob a mediação da professora Jacqueline da Silva Costa.

Confira o debate!

Divulgação: abertura do 6º Novembro Afro-brasileiro

A PROGRAMAÇÂO do 6º Novembro Afro-brasileiro será transmitida pelos pelos canais do YouTube do PETHL e/ou Youtube Unilab Oficial, com inscrições em links individuais. Participe!!

Em referência ao 20 de Novembro – Dia da Consciência Negra, a programação reunirá um conjunto de atividades nas áreas de arte, educação e cultura afro-brasileira, sempre sob a coordenação Sepir, em parceria de Coletivos, Pet de Humanidades e Letras Unilab e Projeto ANU.

No dia 17 (quarta-feira), a partir das 14h, via plataforma do Google Meet, a temática em discussão será: “A produção do conhecimento Afro-brasileiro através da música”, com a participação de Nayara Braz, JPreto e Moniz New-King. Participe pelo Formulário de Inscrição!

Falar sobre musicalidade negra nos remete a um histórico de marginalização. Como diria o rap Bacu Exu do Blues “Tudo que quando era preto era do demônio e depois virou branco e foi aceito, eu vou chamar de blues”. O blues, o rock, o samba, funk, o rapper, todos esses têm em comum a perseguição e criminalização daqueles que os praticavam, pessoas negras.

A música é uma manifestação artística e cultural de entretenimento, contribui para o desenvolvimento humano em diversos aspectos da vida. Para a população afro-brasileira, a música tem um propósito para além do entretenimento, é utilizada como método no processo de ensino e aprendizado, em que se compartilha questões do dia a dia, fatos históricos, princípios e até mesmo críticas sociais.

Convidados: JPreto, Moniz New-King e Nayara Braz

Na quinta-feira (19), às 15h, acontecerá o debate sobre: “Entre a Ciência e a Tradição”, com a participação do Grupo de Estudos e Pesquisas Azânia (Unilab), via canal do Youtube Unilab Oficial.

Dia 19 (sexta-feira), a partir das 14h, com transmitido pelo canal YouTube do PETHL, será o lançamento da revista digital “África na Unilab”.  Para garantir a certificação, é necessário realizar inscrição prévia no formulário on-line.

A atividade conta com a presença da professora do Instituto de Humanidades (IH), do curso de Pedagogia e do curso de Humanidades (BHU), Jacqueline Costa e Silva, as idealizadoras do projeto África na Unilab (ANU), as egressas Wilma Quadé, Nádia José e a bolsista do Pet, Maria da Luz Fonseca, além da mediação da comissão do projeto, Beth Silva, Ana Cássia Alves e Rodrigo Peixoto.

Convidadas: Jacqueline Costa, Maria da Luz Fonseca e Nádia Jesus.

No Dia da Consciência Negra, data da morte de Zumbi dos Palmares, líder do Quilombo dos Palmares, (20 de novembro de 1695), teremos o Sarau dos/das intelectuais negros/negras.

Aproveitando a importância do dia 20/11, foi lançado o primeiro Podcast do Núcleo de Estudos Africanos, Afro-Brasileiros e Indígenas (Neaabi/Unilab), com a temática: “Mulheres Negras nas ciências exatas: trajetórias e conquistas“. Confira o conteúdo do Podcast no canal do Youtube Unilab Oficial.

 
Confiram o Podcast no Youtube Unilab Oficial: https://youtu.be/GK7xzBnFXMg
 
O texto do Podcast foi elaborado pela professora do Instituto de Ciências Exatas e da Natureza (Icen/Unilab), Livia Paulia e contou com a valiosa edição do professor do Instituto de Humanidades e Letras (IHL/Campus dos Malês/BA), Victor Martins de Sousa, do Hibiscus Podcast (Colegiado de História dos Malês). 
 
Em breve também poderá ser acessado no site do Hibiscus Podcast.

No dia 22, a temática: “Projeto Mulheres Negras Resistem: compartilhando projetos afetivos, teóricos e políticos” será apresentada pela professora do IH/Unilab e vice-coordenadora do Mestrado em Antropologia, Vera Rodrigues. Transmissão pelo Youtube Oficial da Unilab.

Dia 24, a conversa será sobre: gênero, raça e classe no ensino e na gestão pública: diálogo transgressor entre Paulo Freire e bell hooks, com a professora do curso de Pedagogia (IH/Unilab), Matilde Ribeiro. Atividade via plataforma do Google Meet, entre pelo LINK!

Mais duas novas atividades fazem parte da programação da 6ª edição do evento. Confira pelo canal do Youtube da Azânia – Grupo de Estudos e Pesquisas da Unilab.

O encerramento, no dia 30, a partir das 15h, o discurso da Conferência, em tempo de Pandemia da Covid-19: “Intelectualidade Negra: Avanço Tecnológico no Combate à Covid-19”, com o conferencista, professor do Instituto de Engenharia e Desenvolvimento Social (IEDS/Unilab), Sabi Y. M. Bandiri – engenheiro elétrico com ênfase em Eletrônica e Telecomunicações. Com mestrado em Telecomunicações e doutorado em Engenharia Elétrica. Transmissão via Youtube Oficial da Unilab.

Transmissão via Youtube Oficial da Unilab.
Categorias
Palavras-chave

CONTEÚDO RELACIONADO