Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Unilab recebe estudantes de ensino médio, nesta quarta-feira (20/07), em ação promovida pelo projeto de extensão Rede Emancipa Malês- cursinho popular

Data de publicação  20/07/2022, 12:46
Postagem Atualizada há 3 semanas
Saltar para o conteúdo da postagem

O campus dos Malês da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), por meio do projeto de extensão Rede Emancipa Malês – cursinho popular, recebeu, nesta quarta-feira (20/07), estudantes do Ensino Médio do colégio estadual Martinho Salles Brasil, localizado em São Francisco do Conde (BA). Eles foram recebidos dentro da ação “Unilab de portas abertas”.

“Muitos estudantes acham que a Unilab não é pública, federal. A ideia é falar que a a universidade é nossa, quais são os cursos, as formas de ingresso, além de divulgar o cursinho popular, que é gratuito também”, explica a coordenadora do projeto de extensão Rede Emancipa Malês – cursinho popular, Sabrina Balsalobre, docente do curso de Letras da Unilab/campus dos Malês.

Os estudantes do ensino médio tiveram oportunidade de escutar a experiência de estudar na Unilab e de especificidades sobre os seis cursos ofertados no campus dos Malês, em falas de discentes brasileiros e internacionais da universidade,  além de aprender sobre os princípios que regem a universidade, como a integração entre os povos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Os estudantes também fizeram uma visita guiada pelos espaços que compõem o campus dos Malês.

Esta é a primeira vez que acontece a visita de estudantes do Ensino Médio, por meio do projeto de extensão Rede Emancipa Malês. A ideia é que essa ação se estenda a outros estudantes da região e aconteça de forma anual no campus dos Malês.

Projeto de extensão – cursinho popular

A Rede Emancipa é um movimento de educação popular que existe espalhado pelo Brasil. Na Unilab/campus dos Malês, foi criado um braço do projeto, a Rede Emancipa Malês – cursinho popular, que oferta aulas on-line nas áreas de Sociologia, História, Língua Portuguesa, Redação, Geografia e Matemática para estudantes de Ensino Médio, que não podem arcar com custo de cursinho, contribuindo, assim, na democratização do acesso ao ensino superior.

O projeto  atravessou fronteiras e iniciou com aulas on-line para estudantes de Cabo Verde, Angola e Guiné-Bissau, para auxiliá-los no ingresso da Unilab, por meio do Processo Seletivo de Estudantes Estrangeiros (PSEE). As aulas do cursinho também estão sendo ofertadas a estudantes de São Francisco do Conde, Santo Amaro e Candeias – municípios que integram a região onde está localizado o campus dos Malês -, para que possam prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) – porta de entrada, inclusive, para ingresso na Unilab, que é feito pelo SiSU, com base no Enem.

Esse projeto de extensão tem sido desenvolvido desde 2019, durante a pandemia. As aulas do cursinho iniciaram em maio deste ano e acontecem aos sábados, tanto para os estudantes dos países africanos, como também para os estudantes brasileiros, da região, por meio da plataforma Google Meet. Os estudantes têm oportunidade de não só assistir às aulas como também receber, por parte de uma equipe de docentes e estudantes da Unilab, um retorno e orientações sobre a escrita de redação, a partir de temas sugeridos nas aulas.

Categorias
Palavras-chave

CONTEÚDO RELACIONADO