Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Debates, mini-cursos, atividades culturais e lançamento de livro marcaram o 3º Encontro de Geofilosofia – A Filosofia como território intercultural, evento realizado em julho, com atividades no campus dos Malês

Data de publicação  25/07/2022, 11:45
Postagem Atualizada há 3 semanas
Saltar para o conteúdo da postagem

Debates, mini-cursos, atividades culturais e lançamento de livro marcaram o 3º Encontro de Geofilosofia – A Filosofia como território intercultural, evento que aconteceu este mês, com atividades sediadas no campus dos Malês da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), situado no município de São Francisco do Conde (BA). O Encontro também aconteceu também em outras cidades baianas – Salvador, Amargosa e Feira de Santana – e foi promovido pelo Grupo de Pesquisa Geofilosofia  da Unilab, em parceria com a Associação Latino-americana de Filosofia Intercultural e Grupo de Pesquisa e Extensão Educação das Relações Étnico-Raciais e Agroecologia na Educação do Campo – UFRB.

O evento aconteceu nos formatos híbrido e itinerante, tendo começado com o mini-curso sobre “Introdução à Filosofia Intercultural”, ministrado por Amanda Sayonara Fernandes Prazeres, Matheus Costa e João Alves de Souza Neto (membros da ALAFI), na Ufrb – campus de Amargosa, entre 12 e 14 de julho. O Encontrou contou também com o lançamento da tradução brasileira do livro “Filosofias Africanas”, com a presença da autora Severine Kodjo-Grandvaux, no dia 15 de julho, na Aliança Francesa em Salvador. No final de semana, dias 16 e 17 de julho, as convidadas e convidados palestrantes puderam fazer uma imersão na cultura afro-baiana, tendo participado, no sábado, da festa de “Kizomba ria Nzila” do Nzo de Mutá Lambô ye Kaiongo e da Casa dos Olhos de Tempo que Fala da Nação Angolão Paquetã, liderada pelo Taata de Nkisi Muta Emê e, no domingo, do Nego Fugido e outras manifestações que acontecem nos domingos culturais de julho em Acupe – Santo Amaro da Purificação.

Já em 18 e 19 de julho, o evento foi sediado na Unilab – campus dos Malês, com palestras e atividades culturais diversas, com as convidadas e também professores da casa e de outras instituições baianas. O encerramento o ocorreu no dia 20 de julho, no Cetens – UFRB, campus de Feira de Santana, com workshop sobre pesquisas em filosofia intercultural, lançamento de livro e mesa de encerramento. Os dias foram plenos de interculturalidade, interdisciplinaridade, danças, músicas, artes e filosofias. Aconteceram, ainda, apresentações dos grupos Cabaz Garandi e Gimu, da Unilab, e o encerramento contou com a performance Filosofia nas Fronteiras, do grupo AnDanças.

Esta foi a terceira edição do Encontro de Geofilosofia. A primeira edição foi realizada em outubro de 2016 e a segunda em agosto de 2019, para qual recebeu o apoio do Instituto Francês do Brasil/Consulado Geral da França para o Nordeste , que viabilizou a participação de Souleymane Bachir Diagne (além de apoios de outras instituições). Nesta edição, o evento contou com apoio da Embaixada Francesa no Brasil, via edital para apoio de eventos, da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da UFRB e da ALAFI, para viabilização da vinda de convidados, bem como do campus dos Malês, para logística de transporte e espaço.


> Algumas atividades da programação do evento foram transmitidas pelo canal do Grupo Andanças e da UFRB, no YouTube, e podem ser encontradas neste link.

 

Categorias
Palavras-chave

CONTEÚDO RELACIONADO