Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Abertura do Festival das Culturas tem show de artista nacional e apresentações de dança

Data de publicação  23/11/2023, 15:29
Postagem Atualizada há 4 meses
Saltar para o conteúdo da postagem
Apresentação “D’Kebrada”, da Companhia CorpoMudança. Foto: Helder Agripino.

A sétima edição do Festival das Culturas da Unilab começou no último dia 21, em uma belíssima noite no Anfiteatro do Campus da Liberdade, em Redenção/CE. O evento, organizado pela Pró-Reitoria de Extensão, Arte e Cultura (Proex), ocorre até 25 de novembro, com o tema “Arte e Cultura na Diversidade: Democracia, Inclusão e Reconstrução”.

A abertura do festival ficou por conta do multiartista brasileiro CA CAU. Com nove CDs e dez turnês internacionais no currículo, além de pinturas, poesias, instalações e esculturas, CA CAU brindou o público com um compilado de seu trabalho, como o recente trabalho O GRITO, nascido durante a pandemia de Covid-19. “De forma geral, a arte e as pessoas estão sufocadas. Na verdade, é uma forma de manifestação sobre tudo o que estamos vivendo no país. Ela foi concebida sob a égide não só da música, mas também da poesia e das artes visuais, considerando um cenário com projeções e luzes e performances dos artistas convidados”, explica.

Multiartista brasileiro CA CAU abriu a noite de apresentações. Foto: Helder Agripino.

CA CAU também é conhecido por sua atuação destacada na ONG Tapera das Artes, em Aquiraz/CE, onde exerceu a direção artística por uma década. Nesta quinta-feira, um grupo de estudantes da Unilab será recebido na ONG para o Festival em Trânsito: “Encontro Mestre & Aprendiz – No Palco & Na Vida”, numa troca artística. “Eu tenho um carinho especial por Redenção. O diálogo com países de língua portuguesa e com a cultura afro faz parte do meu trabalho”, declarou.

A plateia pôde se emocionar com o espetáculo de dança “D’Kebrada: memórias de um território”, da Companhia CorpoMudança, do Instituto Katiana Pena. “É na quebrada do bairro que a gente cria a nossa dança. Ela nos dá inspiração. E dessa quebrada urbana periférica queremos revelar as origens que remetem à vinda do campo de nossas famílias”, informam. Assim, o trabalho de pesquisa do espetáculo ouviu os mais antigos e suas vivências e formas de estar no mundo.

“Orgulhosos dos nossos pares, performamos arquétipos na intenção de ganhar a benção, como a benção de mãe, de pai, de vó e vô… Evocamos nossas curandeiras, destacando nossa cultura, nosso jeito, nossa capacidade de reinventar a vida”, afirmam.

Apresentação do grupo Vozes D’África. Foto: Helder Agripino.

A noite contou ainda com apresentações dos grupos Vozes d’África, “Kabaz di Terra” e Harmonia Valandi.

Autoridades

Foto: Helder Agripino.

A abertura do VII Festival das Culturas teve saudação de autoridades da Unilab e da cidade de Redenção. A vice-reitora no exercício da reitoria, Cláudia Carioca, que esse era o momento de mostrar às comunidades local, regional e internacional o potencial artístico da universidade. “Vamos degustar cada apresentação e fazer o que a Unilab faz de melhor: integração”, disse.

Reitora em exercício, Cláudia Carioca. Foto: Helder Agripino.

Representando o Ministério da Cultura (MinC), Andrea Vasconcelos destacou a retomada das ações do poder executivo na área e parabenizou o fato de o Festival ocorrer em novembro, “mês extremamente importante, porque somos a maioria e ainda somos invisibilizados”, afirmou.

O secretário de Cultura de Redenção, João Victor de Castro, celebrou a parceria com a Unilab e afirmou que o movimento da cultura é o que tem sido feito pela instituição, “ocupar espaços”.

A empresária local Eneide Pinheiro também esteve presente e ressaltou a importante conexão entre universidade e empreendedores da região. “Estarmos aqui, neste local aconchegante, vivenciando este evento, abre nossa visão enquanto empresa e nos incentiva a ficarmos mais próximos da universidade”, sublinhou.

Categorias
Palavras-chave

CONTEÚDO RELACIONADO