Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Seleção de calouros internacionais da Unilab supera desafios impostos pela pandemia da Covid19

Data de publicação  15/07/2021, 13:38
Postagem Atualizada há 4 meses
Saltar para o conteúdo da postagem

Na última segunda-feira (12) a Unilab, por meio da Pró-Reitoria de Relações Institucionais e Internacionais (Prointer/Unilab), promoveu de forma remota a acolhida oficial de novos(as) estudantes internacionais advindos da edição 2020 do Processo Seletivo de Estudantes Estrangeiros (PSEE), que havia sido suspensa em razão da pandemia do novo Coronavírus, sendo finalizada no último mês de junho, com execução da Prointer.

Com referência à edição 2020 do PSEE, os 107 classificados, de um total de 5567 candidatos inscritos, foram matriculados pela primeira vez, a partir de seus respectivos países, onde têm participado das aulas virtualmente [Horários das aulas – Semestre 2020.2].

Aplicação de provas do PSEE 2020, em Angola (África). Fonte: Prointer

Esta recepção é pensada de forma que vocês se sintam parte desta universidade. É muito importante o compromisso de vocês neste momento tão conturbado que estamos vivendo. É uma situação nova e a universidade vai tentando encontrar meios de dar uma resposta” – Cláudia Carioca, vice-reitora da Unilab

Foi o incentivo que deu a professora e vice-reitora da Unilab, Cláudia Carioca, destacando as ações acadêmicas e administrativas que têm sido feitas para viabilizar o ingresso dos calouros internacionais no atual semestre. “Só o fato de vocês estarem numa universidade pública, já é algo sem tamanho. Muitos ainda não têm essa oportunidade. Sofremos durante séculos um processo de desigualdade social que a Unilab, enquanto universidade internacional, tenta de uma forma muito efetiva sanar um pouco. Já temos muitos egressos que estão contribuindo como quadros efetivos nos seus países”, afirmou Cláudia.

Cláudia Carioca, professora e vice-reitora da Unilab

A pró-reitora de Relações Institucionais e Internacionais, Artemisa Candé Monteiro, ressaltou a importância da seleção internacional apesar dos desafios da pandemia. “Estamos muito felizes de ter cumprido o nosso papel de universidade internacional de selecionar estudantes estrangeiros e de tê-los no semestre 2020.2, excepcionalmente estudando nos seus países. É o esforço que a Unilab faz, cumprindo seu compromisso com a internacionalização”, enfatizou.

Ela pontuou também as dificuldades enfrentadas por alguns discentes no acesso a equipamentos e a internet, as limitações da legislação para auxílio financeiro fora do Brasil e os esforços que a equipe da Prointer está empreendendo na articulação com instituições locais dos países na busca de apoio logístico.

Artemisa Monteiro, professora e pró-reitora da Prointer

Participou do evento o subchefe da Divisão de Temas Educacionais do Ministério das Relações Exteriores (DTED/MRE), Pedro Zacarias, representando os parceiros externos da seleção internacional da universidade. “Quando o Brasil se senta para reunir com os países africanos, os nossos programas de cooperação – Programa de Estudantes-Convênio de Graduação (PEC-G), Programa de Estudantes-Convênio de Pós-Graduação (PEC-PG) e o da Unilab – são a nossa principal vitrine. Em termos numéricos, a Unilab em 10 anos ultrapassa o PEC-G na formação de recursos. Para nós é uma parceria fundamental”, disse ele, ressaltando o apoio dado pelo MRE na articulação com as embaixadas.

A Unilab é uma das mais importantes iniciativas de cooperação educacional que o Brasil tem. A ideia de ter uma universidade federal voltada para a internacionalização é para nós um motivo de orgulho muito grande” – Pedro Zacarias

Pedro Zacarias, subchefe da DELP/MRE

Também estiveram à frente da acolhida institucional a pró-reitora de Graduação (Prograd), Geranilde Costa e Silva; o pró-reitor de Políticas Afirmativas e Estudantis (Propae), James Moura Júnior; e o representante do Fórum de Estudantes Internacionais da Unilab, José Manuel Mussunda. A diretora do Campus dos Malês, São Francisco do Conde/Bahia, Mírian Sumica, ficou impossibilitada de participar por problemas de conexão, mas enfatizou o compromisso da Direção do campus no acolhimento dos calouros.

Em seguida, foi repassada uma série de informações acadêmicas e sanadas dúvidas dos calouros, por meio de uma apresentação geral da universidade e de equipes da Prointer, da Pró-reitoria de Políticas Afirmativas e Estudantis (Propae) e do Malês/BA. Participaram também tutores do Programa de Acolhimento e Integração de Estudantes Estrangeiros (PAIE).

Categorias
Palavra-chave

CONTEÚDO RELACIONADO