Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Revista Njinga & Sepé lança dia 10 de junho nova edição, dedicada à educação no mundo

Data de publicação  10/06/2022, 12:09
Postagem Atualizada há 6 meses
Saltar para o conteúdo da postagem

A revista  Njinga & Sepé, periódico da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), lançou, nesta sexta-feira (10 de junho), o volume 2, nº 1 do periódico. Esta edição, organizada pelo professor da Unilab Alexandre Timbane, foi dedicada à à temáticas da educação, com maior ênfase para pesquisas, investigações e estudos que se dedicam ao ensino-aprendizagem. O volume 2, nº1 da da revista também traz uma homenagem a  Nelson Mandela, autor da frase “a educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo”.

O link de acesso é: https://revistas.unilab.edu.br/index.php/njingaesape/

Esta publicação chama atenção para a sociedade sobre a necessidade de priorização da educação em todos os países, se entendermos a educação como a base do desenvolvimento de qualquer nação e a principal arma para dominar o mundo. A citação de Nelson Mandela serve de inspiração para o avanço da educação no Brasil, na África e no mundo.

Envio de textos

A revista funciona em fluxo contínuo e está recebendo textos para quem deseja publicar, podendo também ser enviadas em língua indígenas e africanas. Podem ser enviados também vídeos de línguas de sinais de qualquer país.

Revista

A Njinga & Sepé: Revista Internacional de Culturas, Línguas Africanas, e Brasileiras é um periódico da Unilab que visa divulgar pesquisas inéditas de pesquisadores, professores, estudantes de graduação e de pós-graduação que se interessam pelas temáticas das culturas, dos debates sobre políticas linguísticas críticas e pela descrição de línguas timorenses,  africanas, indígenas brasileiras e de sinais com intuito de revitalizar, preservar, registrar e respeitar as culturas e identidades dos respectivos povos. Em cada ano publica um volume composto por dois números.

Categorias
Palavras-chave

CONTEÚDO RELACIONADO