Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Seminário Internacional “Os legados de Marcus Garvey no século 21: caminhos e diálogos” acontece de 16 a 18/08

Data de publicação  16/08/2022, 12:50
Postagem Atualizada há 2 meses
Saltar para o conteúdo da postagem

A segunda edição do Seminário Internacional sobre o tema “Os Legados de Marcus Musiah Garvey no século XXI: caminhos e diálogos para a autonomia dos Povos Africanos” acontece entre os dias 16 e 18 de agosto, no formato on-line, com transmissão pela Associação de Estudantes e Amigos da África (ASEA)/campus dos Malês, via Youtube e Facebook. O evento tem como objetivo promover reflexões sobre os paradigmas epistemológicos, diversidade de saberes e experiências culturais africanas, do continente e das diásporas. As inscrições podem ser feitas através deste link . Haverá emissão de certificados.

O evento acadêmico é promovido pelo Centro de Estudos Africanos da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab)/campus dos Malês, em parceria com o Grupo de Pesquisa, Estudo e Extensão sobre Filosofias Africanas e Processos Educativos em África e Diásporas (Tumoxi Firkidja) e Associação de Estudantes e Amigos da África (ASEA)/campus dos Malês.


Confira a programação

16 de agosto de 2022

Horário: 10h30 – 11h30


Mesa Institucional:
● Profa. Rutte Faizah (Comissão organizadora do evento)
● Israel Mawete (Presidente de Associação dos Estudantes e Amigos da África)
● Profa. Mírian Reis (Diretora do Campus dos Malês)
● Prof. Pedro Acosta-Leyva (Diretor do Instituto de Humanidade e Letras)
● Profa. Rosalina Tavares (Pro-Reitora de Graduação)
● Apresentação: Mil Onilétò

11h30- 12h

Atividade Cultural
Sarau Poético: Tributo a Marcus Mosiah Garvey:
● Grupo Gimu (Thaís e Pedro)
● Apresentação: Joel Gonçalves (Unilab)

Horário 14h- 16h
Mesa redonda I:


● Cátia Regina (Unilab)- Graduanda em Letras pela Universidade da integração Internacional da lusofonia afro brasileira, Campus Malês( BA);
● Ngana Sangui Yandala – Reino do Ndongo – Angola;
● Jorge Andrade: Pan-africanista e Coordenador de Supremeoverstanding (Cabo Verde);
● Isidro Fortunato (Seba Pengwa Asante) – Coordenador Geral do Movimento Panafricanista Ubuntu Angola.

Mediação: Aminata Mama (Graduanda em Pedagogia – Unilab)

18h – 20h
Mesa redonda: O pensamento pan-africano no processo das independências dos países africanos lusófonos

Participantes:
● Nando Paulo Suma – Bacharel em Humanidades, Licenciado em Ciências
Sociais (Unilab) e mestrando em Ciência Política (UFPE);
● Aminata Camará – Graduanda no sexto semestre em Humanidades e
pesquisadora do programa Latitudes Africanas;
● Francisco Kiosa – Graduado em Humanidades (Unilab) e Mestrando em
Ciência Política (UFBA);
● Nsimba Felicidade – Graduanda no Curso de Ciências da Comunicação pela
Adhyge State University, Rússia.

Mediação: Israel Mawete (Unilab)

 17 de agosto de 2022

14h – 16h


Mesa Redonda: Marcus Mosiah Garvey e os desafios da juventude Africana na atual conjuntura
● Marlete Oliveira – Doutoranda em Terapia Ocupacional na Universidade de
São Carlos (UFSCAR);
● Magnusson Costa – Historiador e Mestre em Economia Política Mundial e
Professor na Universidade Amílcar Cabral, Guiné Bissau);
● Tiago Rodrigues – Doutorando em Psicologia Social e Institucional da
Institucional da Universidade Federal do Rio Grando do Sul (UFRGS)
● Mediação: Dumilde Artur (Mestrando em Sociologia, Universidade Federal
de Paraíba, UFPA ).

16h – 18h
Mesa redonda


● Fernando Jorge Pina Tavares – Diretor do Centro de Estudos Africana,
CEA-Malês;
● Matilde Ribeiro – Professora da Universidade da Integração Internacional da
Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab);
● Silvana Santana – Mestrando em História ()
● Paulo Gomes Vaz – Professor da Universidade da Integração Internacional
da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB).
Mediação: Nembali Mané (Graduando em Pedagogia, Unilab)

18 de agosto de 2022

14h – 16h
Roda de conversa – Arte e o pan-africanismo: espiritualidades, musicalidades e estéticas como forma de resistir e de estar/ser no mundo

16h – 18h
Atividade cultural
SARAU POÉTICO: Tributo a Marcus Mosiah Garvey

Comissão Organizadora:
Grupo de Pesquisa sobre Filosofia Africana, Processo Educativos em África e Diáspora, Tumoxi Firkidja, Associação de Estudantes e Amigos da África, ASEA.

Categorias
Palavras-chave

CONTEÚDO RELACIONADO