Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Docente da Unilab está na lista de pesquisadores cuja produção científica está entre as mais relevantes do mundo

Data de publicação  18/10/2022, 14:09
Postagem Atualizada há 1 mês
Saltar para o conteúdo da postagem

O docente José Cleiton dos Santos, do Instituto de Energias e Desenvolvimento Sustentável (Ieds) da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), integra uma lista de pesquisadores cuja produção científica está entre as mais relevantes do mundo. Ele foi listado no ranking elaborado pela Universidade de Stanford, dos Estados Unidos, que elencou 2% dos melhores cientistas em 22 áreas do conhecimento. O levantamento considerou a base de dados Scopus, associada à editora Elsevier, uma das maiores do mundo na área de publicações científicas.

O professor da Unilab foi elencado no ranking de pesquisadores de destaque do ano de 2021. Segundo José Cleiton dos Santos, o ranqueamento leva em conta critérios como o impacto das publicações, o número de citações e a posição do pesquisador na lista de autores. “Esse é um ranking internacional, então a gente está mostrando para o mundo que a nossa universidade [Unilab], apesar de ter ter poucos anos, faz pesquisas de qualidade que vão resolver os problemas da sociedade e que afetam a população em qualquer parte do mundo”, aponta o docente.

Ele desenvolve pesquisas na área de processos enzimáticos, que podem ser aplicados em áreas diversas. “Especificamente na Unilab a gente trabalha aplicando as enzimas em processos de produção de energia, como biocombustíveis, biodiesel e bioetanol. Outras aplicações das enzimas podem ser em fármacos para o combate da arritmia cardíaca, do HIV/Aids e de alguns tipos de câncer. Por isso, há uma importância de estudar e investigar esses processos, para torná-los mais sustentáveis e com possibilidade de serem aplicados em escala industrial, resolvendo problemas da sociedade”, explica Santos.

Ainda segundo o pesquisador da Unilab, os processos com enzima são considerados sustentáveis e estão dentro dos critérios da chamada “química verde”. “Ela visa à diminuição do volume de insumos que são gerados nos processos e à reutilização de materiais utilizados nos processos industriais, ou seja, [busca] a sustentabilidade e a diminuição do impacto ambiental”, contextualiza o docente. Santos também aponta para o fato de pesquisas dessa natureza aparecerem no ranking porque atuam para resolver problemáticas em campos diversos como meio ambiente, saúde, alimentação e energia.

A importância da presença de pesquisadores em rankings como o realizado pela Universidade de Stanford, de acordo com Santos, também está no ganho de visibilidade para a universidade do pesquisador e na possibilidade de maior aportes financeiros para os estudos. “Daí também a importância dessa visibilidade, para conseguir arrecadar mais fundos e continuar desenvolvendo trabalhos dentro da nossa instituição, dando oportunidades principalmente aos nossos estudantes, que estão começando agora a carreira acadêmica, profissional e de pesquisa”, aponta o docente da Unilab.

*Matéria com informações da Assessoria de Comunicação da Funcap

Categorias
Palavras-chave

CONTEÚDO RELACIONADO