Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

No dia 26/07, às 19h, acontece live de lançamento da exposição da Primeira Movência, do projeto de extensão Moventemangue_arte

Data de publicação  20/07/2022, 15:02
Postagem Atualizada há 6 dias
Saltar para o conteúdo da postagem

No dia 26 de julho, às 19h, acontece live de lançamento da exposição com o conteúdo selecionado pela Primeira Movência “Aos sonhos que nos antecedem”, no site do projeto de extensão MOVENTEMANGUE_arte (movente.org), que será realizado em parceira entre a UFPE e a Unilab Ceará e Bahia, com apoio das respectivas Pró-Reitorias de Extensão.

A live será um encontro virtual com os(as) autores(as) dos trabalhos, que se inscreveram por chamada pública e selecionados (as) pela curadoria da equipe do projeto (discentes bolsistas e voluntários (as) das duas universidades). A transmissão acontece pelo canal do MOVENTEMANGUE_ARTE no YouTube.

O projeto consiste num website colaborativo experimental, com recorte na produção visual, de textos e experiências educativas afins na região Nordeste, com ressonância com os movimentos de diáspora África/Brasil.

Sobre a temática Aos sonhos que nos antecedem

*Em meio aos altos e baixos das marés, nossas raízes aéreas voltam a superfície, mostram ser  nosso sustento no solo inconstante desse manguezal. São elas que nos nutrem de volta com nossos sonhos ancestrais, pois é olhando para dentro que enxergamos melhor quem nós somos, quem fomos, quem seremos e o que carregamos adiante, instante após instante, na infindável espiral do tempo. Assim, correndo livremente por entre a vereda das memórias, alcançamos e damos as mãos àqueles que vieram antes de nós. Quais as histórias que suas lembranças guardadas têm a nos contar? Ouvindo atentamente, podemos escutar tudo o que ainda temos a aprender e a ensinar, carregando adiante os nordestes que pudemos mapear, os rizomas que pudemos ramificar e as matrizes que nos permitiram chegar até aqui. Entre o que é lama e o que é barro, a imensidão dos nossos próprios mangues, a arte de sermos caranguejos moventes e uma ode aos sonhos que nos antecedem.

*Este texto serviu como provocação para mobilizar criadoras(es) para pensar sobre memória, ancestralidade, nordestes, saberes e sensibilidades e nos enviar suas realizações

Sobre o projeto

O projeto MOVENTEMANGUE_arte: articulação em rede de experiência em Arte/Educação no Nordeste é um projeto de extensão coordenado pela professora da Unilab Joana D´Arc Lima, em parceria com a UFPE.  A iniciativa surge a partir dos tensionamentos que envolvem o setor da arte e cultura, com o intuito de vitalizar, interdisciplinarmente, a mobilização, o estudo, a pesquisa e a experimentação em Artes Visuais e Arte/Educação. Foi percebida a necessidade de um local de câmbio, confluência e visibilização das investigações destes agentes do sistema das Artes Visuais e da Arte/Educação, com seus encaminhamentos, suas propostas e experimentações. Através da veiculação de um website, propõe-se tramar um ecossistema que se constrói com e a partir de postagens de conteúdos veiculados por pesquisadores e profissionais da arte e cultura, configurando conexões rizomáticas, tal qual os manguezais que remetem ao ecossistema reprodutor da vida.

O projeto trata de um terreno epistemológico diverso e múltiplo, acolhendo saberes e cadenciando o enlaçamento das instituições museais no Nordeste, buscando a fertilização continuada com insumos derivados desses equipamentos e o fomento às ações artísticas e sócioculturais. Profissionais das Artes Visuais, do seu ensino e áreas afins em espaços formais e não formais, deverão integrar o website com conteúdos sobre artes visuais, museus e práticas educativas através de rizomas curatoriais múltiplos. Vislumbra-se, nesse sentido, germinar o projeto para fecundar dinâmicas educativas e culturais, fortalecendo conexões com iniciativas semelhantes no Nordeste, com ênfase no Ceará, e, assim, com as raízes dos mangues, adentrando em um rizoma de encontros. Pretende-se manter uma dinâmica, configurando conexões rizomáticas e ativações denominadas de ‘movências’, chamadas públicas para submissão de conteúdos em formatos diversos a pautas curatoriais.

O website do projeto pode ser acessada pelo site: movente.org.

Ações realizadas

Entre as ações realizadas, está uma pesquisa de campo para organizar um mapeamento das e dos artistas do maciço de Baturité, Recôncavo Baiano (São Francisco do Conde), por meio de um Formulário Eletrônico, que encontra-se neste link.

Outra ação é a criação de um website e organização de uma primeira Movência –  que foi uma chamada aberta e pública para artistas, arte/educadores e criadores (as) da arte e cultura. As movências são chamadas públicas promovidas pela plataforma MOVENTEMANGUE_arte, visando a divulgação e confluências de conteúdos, investigações e experimentações visuais, fortalecendo a comunidade criativa do Nordeste. Quaisquer criadoras/es estão convidados para nutrir esse rizoma com trabalhos, pesquisas, mapeamentos, ensaios, discussões críticas e relatos de experiências com recorte nas expressividades visuais e na arte/educação. Dessa forma, a ideia é criar um espaço inclusivo e dialógico, onde independente de formação ou inserção no circuito artístico, quaisquer pessoas têm a oportunidade de publicar suas produções em uma rede colaborativa, que as conecta e visibiliza para os mais diversos públicos. Cada movência possui um eixo que conduz e entrelaçã os conteudos.

 

Matérias relacionadas:

Chamada pública do Moventemangue_Arte segue, até 16/05, com inscrições abertas; o projeto também realiza mapeamento de agentes culturais no CE e BA

Curso “Arte moderna em contexto: Nigéria” acontece em novembro e dezembro (dias 8, 22 e 29/11 e 6/12)

 

Categorias
Palavras-chave

CONTEÚDO RELACIONADO